Rádio JOVEM PAN

90.7. Jovem Pan Grande Porto Alegre

Ouvir

Bob Wolfenson sobre amadores: 'Todo mundo fotografa e nem todo mundo é fotógrafo'

por Jovem Pan, . - Atualizado em

O fotógrafo abrirá a exposição

O fotógrafo abrirá a exposição "Retratos" no próximo dia 24 de agosto

Fonte: Johnny Drum/Jovem Pan

A fotografia desde quando surgiu tem o poder de documentar diferentes épocas, tornando a história tangível às próximas gerações. Um dos grandes nomes da profissão no Brasil, Bob Wolfenson, deu mais detalhes desse mundo maravilhoso, que se popularizou ainda mais com a chegada das redes sociais, durante o Morning Show desta segunda-feira (20).

Com câmeras de celular ganhando cada vez mais qualidade, muitos fotógrafos de ocasião foram surgindo. Para o profissional, nem todo mundo que fotografa é fotógrafo, assim como nem todos que falam português são escritores.

“Todo mundo fotografa e nem todo mundo é fotógrafo. Todo mundo fala português, mas poucos são escritores. O fotografo está para essa frase como o escritor está para outra. Tem muito mais fotógrafos, o que aumenta a concorrência, mas a quantidade pede uma qualidade maior aso profissionais. Tem mais gente fotografando bem. Hoje em dia a fotografia ganhou uma importância. Tenho muito seguidores no Instagram porque muita gente gosta de fotos”, disse.

No próximo dia 24, o paulistano de 64 anos irá estrear a exposição “Retratos” no Espaço Cultural Porto Seguro, contando com diversas fotografias tiradas durante a carreira, incluindo nomes como Chico Buarque e até o ex-presidente Lula, quando ele ainda era apenas um líder sindical no final da década de 1970.

Sobre esse encontro, Wolfenson explicou como pintou o convite para quem viria ser um dos fundadores do PT e presidente do Brasil.

“Essa imagem do Lula foi quando ele era um operário emergente, um líder. Uma revista sofisticada, a Senhor Vogue, queria fazer uma capa com ele, já que ele poderia se tornar uma pessoa importante. Ele ficou à vontade fazendo isso da imagem, vestindo terno e fumando um cigarro. Essa foto é de 1978, o PT nem existia”, relembrou.

Com mais de 40 anos de carreira, a exposição terá mais de 200 retratos, incluindo as diversas vertentes por qual Wolfenson se aventurou, de ensaios nus até publicidade.

Serviço

Bob Wolfenson: Retratos

Período: 24 de agosto até 9 de dezembro Terça a sábado, das 10h às 19h;
Domingos e feriado, das 10h às 17h.
Local: Espaço Cultural Porto Seguro
Endereço: Alameda Barão de Piracicaba, 610, Campos Elíseos, São Paulo
Preço: Gratuito
Classificação: Livre

Tags da Pan

Comentários